Comentários comentar

Birovisky @2JN7oLI7 - em 04/01/2019

Teste numa trilha de 30 KM: https://www.youtube.com/watch?v=-LbPClOs6tU

Resolvi trocar minha bike, e depois de muito pesquisar, cotar, cheguei a uma configuração ideal para mim e o meu tamanho e peso com qualidade e excelência. Fuja da modinha GALLO ou da duvidosa e tradicional CALOI.

Quadro

No caso, o quadro é feito de alumínio 7005 na cor Preto, numeração 19. Seu peso é de 2kg (Você nem sente o quadro, parece estar flutuando, mesmo sendo uma MTB). Medidas importantes para um Bike Fit: Seat tube: 19?, Top tube: 58 cm. Eu tenho 1,80m e peso 90Kg, o quadro ficou simplesmente perfeito, testado pedalando mais de 30Km e nenhuma dor nas costas.

Componentes

Todo o câmbio/relação foi montado com Shimano Altus (Gostaria de ter colocado a categoria Alívio, mas aí fugia do meu orçamento, essa crise viu). Possui 21 velocidades, testei exatamente todas as marchas nos níveis Leve, Médio e Pesado, e nenhuma travou, inclusive a troca é bem fluída e feito com um material incrivelmente resistente, já perceptível a olho nu.

Os pneus foram escolhidos a marca mais conhecida, LEVORIN. Os aros da “Negona” são da VZAN, só que brancos, para dar aquele contraste, e também lógico, utilizando componentes de qualidade e com o menor peso possível, isso numa trilha longínqua influência, principalmente na volta.

Hoje a segurança vem em primeiro lugar, então pulei para os freios a disco (Aqui novamente poderia ter saltado diretamente ao hidráulico, mas o CxB não compensava), antes sempre tive freios de lona.

Foi necessário trocar as pastilhas, eram da marca SYPO e ao meu ver duraram pouco tempo, além disso não encontrei ninguém na cidade que vendia, ou seja, precisei trocar as pinças também.

Pelos KM que testei senti uma diferença absurda da minha anterior, não que ela fosse ruim, pelo contrário, mas o grande problema e fica de dica aos futuros e entusiastas ciclistas, atente-se ao Bike Fit, como não havia feito as medidas exatas, acabei pegando um quadro muito abaixo do que deveria e nem fazendo ajustes na mesa e garfos resolveram. Ou seja, para ir às trilhas até ia de boa, o problema era voltar, como forçava muito os joelhos e a coluna, voltava quebrado e isso me desanimou por um tempo.

Review completo em: https://rezenhando.wordpress.com/2016/02/22/mosso-odyssey...

Xeroke @2WIpCXbM - em 04/01/2019

Bonita a magrela.

Birovisky @2JN7oLI7 - em 04/01/2019

Valeu, uma alternativa de qualidade em relação CxB as mais famosas da categoria.